NOTÍCIAS

por Assessoria de Comunicação

Jovens Apaixonados pelo Espírito Santo

No mês de Junho comemoramos o Dia dos Namorados. Nas propagandas da televisão, nas redes sociais, nos outdoors, nas vitrines. Uma data que foi mundanizada mais do que qualquer outra. Todas as campanhas pelo “amor” e sexo livres, pela liberdade de gênero e expressão da sexualidade segundo escolhas próprias e não segundo a natureza, ganham destaque, convergem para anúncios publicitários que tentam vender a qualquer custo, mesmo que chegue a custar o valor da vida de nossos filhos.

Chega-se ao absurdo de mostrar em uma propaganda dois jovens que se encontram, oferecem presentes e se beijam, e, ao final, perguntam um ao outro os seus nomes. Não se conheciam, mas saíram à procura de uma aventura “amorosa” e inconsequente, pelo prazer… A marca vendeu o seu produto, e os jovens venderam-se a si mesmos.

Em outra publicidade, enfatiza-se e apoia-se a liberdade de gênero. Troca-se de identidade sexual como quem troca de roupa. Mais uma vez a lógica do lucro tentando se sobrepor à própria natureza, à própria lógica da vida!

O importante é vender, consumir, gastar e lucrar. Não importa à custa do quê, a custa de quem…

Propagandas e vitrines de loja que, expondo roupas íntimas, estimulam o sexo livre entre namorados, e tentam transformar esta data na noite da sedução e da perdição dos nossos jovens.

Este é o mundanismo que ameaça a vida e a integridade dos nossos jovens, das nossas crianças, que, ingenuamente, assistem essas propagandas e vão absorvendo essa cultura imoral, se não houver quem lhes oriente e as faça ter um olhar crítico sobre toda essa inversão de valores, esse lodo que ganha boa aparência com os modelos bonitos, com as roupas da moda, com os cenários de filme.

Em um mundo paralelo a este, vivem os nossos jovens. Jovens que lotam nossas casas de retiro, os arredores da Igreja nas tardes e noites de sábado, nos Grupos de Oração, nos encontros de formação e partilha, nas vigílias e louvores que avançam pela madrugada. Esperamos, por primeiro de vocês, uma resposta cristã frente a tudo isso que estamos assistindo. Nos unimos ao desejo do Papa Francisco que pede que vocês, jovens, nadem contra a corrente, não tenham medo de ser diferentes, não se envergonhem da sua fé e digam “não” a tudo isso, e, bravamente, assumam que vivem como cristãos, que namoram como cristãos, que são jovens cristãos.

Esperamos de vocês namoros santos, amores puros e verdadeiros. Desejo que, especialmente neste dia, seja derramado sobre cada um o dom do Espírito Santo, o único capaz de santificar e purificar nossas intenções e ações.

Por isso, proponho um caminho com Ele, um diálogo sincero com este Doce Amigo, pedindo os Seus Dons para a vivência do namoro de cada jovem. Medite, reflita, ore, peça! Um grande passo para vencermos o pecado que nos aprisiona, talvez o maior e mais importante deles, é entender como ele entra e age na nossa vida, e reconhecer que somos absolutamente necessitados do auxílio divino para vencê-lo.

1-      Pedindo o Dom da Sabedoria: o desapego das coisas do mundo, dos prazeres do mundo, é urgente para vida dos jovens, pois enquanto seus corações estiverem mais ligados às coisas materiais, menos eles serão livres para desejar e amar as coisas do céu! E, no namoro, esta sabedoria do alto é vital! Peça este dom e seja livre para desejar e lutar pela santidade e pela pureza do seu namoro.

2-      Pedindo o Dom da Inteligência: jovens precisam ter santos pensamentos! Todos nós precisamos cultivar santos pensamentos! E só o Espírito Santo para iluminar a nossa mente com a Luz da Verdade, com a Luz de Cristo, para que possamos tudo olhar com os olhos de Deus. Queremos jovens que não vivam sob a sombra das “espertezas” do mundo, que prefiram ficar de fora das festas da moda, dos grupinhos mais populares da escola, que sejam até zombados por nunca terem colocado um cigarro na boca ou por nunca terem tido uma experiência sexual, mas que vivam uma juventude sadia, iluminada por um outro tipo de inteligência: a inteligência do Espírito! Aquela que lhes apresentará um novo horizonte de vida e lhes convencerá de que a verdadeira felicidade está em ser o que Deus quer, fazer o que Ele pede, viver e amar como Ele ensina.

3-      Pedindo o Dom do Conselho: com o coração aberto ao Espírito Santo, Ele sempre vai nos inspirar coisas boas, atitudes santas, o caminho bom e certo. O que nos falta muitas vezes é docilidade em seguir os Seus santos conselhos. Jovem, peça o dom do Conselho para que o Espírito Santo te revele o que vai te trazer a vida, e, ao contrário, o que vai te empurrar para a morte. Submeta-Lhe todas as suas dúvidas e ouça o conselho que Ele vai te dar para orientar as suas escolhas.

4-      Pedindo o Dom da Fortaleza: força, constância e vitória nas batalhas contra nossos inimigos espirituais. Fortaleza espiritual urgente para nossos jovens! São muitas as provas por que passam nossos jovens, muitas propostas, mas vocês precisam escolher ser Amigos de Deus! E somente com o Seu Espírito podem ter essa força interior para vencer as tentações, para se tornarem mais fortes do que o pecado. Nas situações de perigo e de tentação, invoquem sem cessar: Vem, Espírito de Fortaleza!

5-      Pedindo o Dom da Ciência: precisamos permitir que o Espírito Santo seja o Mestre de nossas almas, nos instruindo, nos ensinando e ajudando-nos a colocar em prática os Seus ensinamentos. É uma graça viver sob a ação do Espírito de Deus! Existem coisas que conhecimento humano algum é capaz de alcançar, ou de explicar, mas, vivendo no Espírito, somos instruídos e direcionados por Ele. Mais do que qualquer outro conhecimento, precisamos da Ciência do Espírito! Sejam jovens antenados sim com os avanços da ciência humana, mas sem jamais deixar de buscar avançar no conhecimento de Deus! Muitas são as direções que o barco pode tomar, mas só aquele que é guiado pela bússola chegará ao seu destino. E, na nossa vida de cristãos, essa bússola tem um Nome: Espírito Santo!

6-      Pedindo o Dom da Piedade: precisamos permitir que o Espírito santo habite em nossos corações para possuir e santificar todos os nossos afetos. Especialmente os jovens, vivem sob um turbilhão de emoções, que, muitas vezes, provocam afetos desordenados. São seduzidos pelas paixões, são enganados pelas próprias emoções. E, exatamente por isto, tomam caminhos que não são os melhores nem os que vão lhes trazer felicidade duradoura. Precisam, então, do auxílio do Espírito Santo para ordenar seus sentimentos, a fim de que santos sejam seus afetos. Ele será como um filtro que depura as emoções e ordena os afetos de modo que se tornem santificados e possam, assim, se tornar expressão de um amor que é mais a decisão de querer e fazer o bem, do que de um sentimento que é suscetível de variações conforme a emoção do momento. No namoro, nas amizades, na família, o coração de um jovem cheio do Espírito Santo encontra-se pacificado, sereno, não é um coração dançarino, mas vive harmonizado com o querer de Deus, o sentir de Deus, o amor de Deus.

7-      Pedindo o Dom do Santo Temor de Deus: que o Espírito Santo reine sobre a nossa vontade, fazendo-nos dispostos a sofrer todos os males antes que pecar. Você, jovem, está amando mais a Deus ou a si mesmo? Você, jovem, está aceitando perder para o mundo e ganhar para Deus? Já entendeu que não há nada mais valioso do que viver sob a graça de Deus e que, por isso, não pode contristá-Lo com o pecado?

Como São Paulo, que cada jovem possa dizer: “…considero tudo uma perda, diante do bem superior que é o conhecimento do meu Senhor Jesus Cristo. Por causa dele perdi tudo, e considero tudo como lixo, a fim de ganhar Cristo, e estar com ele. (…) Não que eu já tenha conquistado o prêmio ou que já tenha chegado à perfeição; apenas continuo correndo para conquistá-lo, porque eu também fui conquistado por Jesus Cristo. Irmãos, não acho que eu já tenha alcançado o prêmio, mas uma coisa eu faço: esqueço-me do que fica para trás e avanço para o que está na frente. Lanço-me em direção à meta, em vista do prêmio do alto, que Deus nos chama a receber em Jesus Cristo.(Fl 3,8-9a.12-14)

Que as suas vontades, seus impulsos, não sejam mais fortes do que o seu desejo de santidade. Que o pecado lhe cause verdadeiro horror por você saber que ele o afasta de Deus.

“Com o Espírito Santo, tudo! Sem Ele, nada!”, nas palavras da Beata Elena Guerra. Se vivermos n’Ele, seremos homens e mulheres, jovens e adultos, mais maduros para enfrentar os desafios presentes e continuar nosso caminho com coragem, fé e perseverança! O Caminho é Jesus, o Meio é o Espírito Santo, a Meta é o Céu!

Você, jovem conectado, jovem sarado, quer chegar lá? Está disposto a pagar o preço? Tudo o que te custar perder nessa busca do céu, valerá muito pouco mesmo se comparado a tudo o que Deus te reservou agora e para sempre! Que a sua fé avivada seja capaz de lhe dar esta certeza!

Então, prossiga, vá adiante, não importa o que falarem ou de qual grupo te excluírem. Seja um jovem apaixonado pelo Espírito Santo! Tenha coragem de fazer parte de uma geração que nada contra a corrente do mundo para chegar na “praia” segura da vida sob a graça de Deus! O mundo pode até, atualmente, parecer ser dos espertos; mas o céu sempre será dos escolhidos. O Espírito Santo te escolheu para o céu! Namorados: Para o alto e avante!

 

Padre Dudu- Arquidiocese de Niterói-RJ;

vice-postulador da causa da Beata Elena Guerra e diretor espiritual das Missões da RCCBRASIL; membro do Ministério Cristo Sacerdote

 

Fonte: http://www.rccbrasil.org.br/espiritualidade-e-formacao/index.php/artigos/1613-jovens-apaixonados-pelo-espirito-santo

Deixe sua mensagem

Pular para a barra de ferramentas